Prefeito 02

Paulo Emídio de Medeiros

Paulo Emídio de Medeiros (Paulinho) nasceu em 14 de julho de 1962, em São Fernando, na região Seridó do Estado do Rio Grande do Norte. É casado com Terezinha Maia de Medeiros, com quem tem duas filhas, Emília Caroline Maia de Medeiros e Natália Candice Maia de Medeiros, e dois netos, Davi Vinícius e Theo Henrique.

Formado em Gestão Pública pela Universidade Potiguar (UnP), Paulinho iniciou seus estudos na Escola Estadual Walfredo Gurgel, na época Grupo Escolar, em sua terra natal, e deu continuidade na Escola Estadual Joaquim Apolinário e na Escola Estadual Professora Calpúrnia Caldas de Amorim, ambas em Caicó onde concluiu o ensino médio.

Sua atuação pública começou em 1992, quando se elegeu vice-prefeito em São Fernando-RN. Em 2000 foi eleito prefeito da cidade e reeleito no dia 3 de outubro de 2004 com mais de 73% dos votos. Durantes seus dois mandatos exerceu os cargos de tesoureiro e conselheiro da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), entre 2001 e 2006, e presidente da Associação dos Municípios do Seridó, em 2008.

Em 2009, ao fim do seu mandato como prefeito, assumiu a pasta municipal deFinanças do município de São Gonçalo do Amarante, na gestão do prefeito Jaime Calado. No ano seguinte, em 2010, recebeu o convite do então governador do Estado do Rio Grande do Norte, Iberê Ferreira de Souza (em memória), para assumir a Secretaria Estadual de Articulação Política. Em 2011 retornou à equipe técnica administrativa do prefeito Jaime assumindo a Secretaria Municipal de Habitação e Saneamento, onde ajudou a implementar um dos maiores programas habitacionais do Nordeste, e a construir um Novo Sistema Adutor que vai garantir água para os próximos 50 anos. No final de junho de 2016, se desligou do cargo para ser candidato à prefeitura do município pelo Partido da República (PR). Em 02 de outubro de 2016 foi eleito prefeito de São Gonçalo do Amarante para administrar o município até 2020.

Em 2020, foi reeleito prefeito de São Gonçalo do Amarante com quase 60% dos votos válidos.

COMENTÁRIOS